Por que sua página precisa ter acessibilidade?

A revolução digital em que vivemos nos permite acessar conteúdo do mundo inteiro em questão de segundos. É muito bom saber que tudo o que está na internet está disponível para todos. Para todos, será?

Pessoas que não possuem deficiência ou amigos/familiares portadores de alguma desabilidade às vezes não sabem a importância que pequenas otimizações nos meios digitais podem fazer uma grande diferença para promover inclusão.
Uma página com acessibilidade estimula a democratização dos conteúdos online, aumenta o protagonismo de pessoas com necessidades especiais e contribui para que seu público tenha uma experiência melhor com a sua marca.

Como deixar minha página acessível?

Apesar de ainda serem poucas, existem alternativas que facilitam o acesso à internet para pessoas portadoras de alguma deficiência. Algumas mudanças simples e fáceis na sua página e em suas postagens nas redes sociais podem fazer grande diferença para a vida de muita gente.

Confira algumas dicas de melhoria para usabilidade dos meios digitais 

Linguagem

Um texto bem escrito faz toda a diferença para a divulgação da marca. Mas isso não implica o uso de palavras com alto grau de complexidade para se comunicar seu público. Uma linguagem mais acessível democratiza o acesso de pessoas com dislexia.

Imagens

Você pode fazer uma breve descrição das imagens utilizadas para facilitar sua identificação. O uso de das hashtags #pracegover, #paratodomundover e #paratodosverem também tornam o seu conteúdo mais inclusivo, facilitando que os programas leitores de telas façam a tradução da imagem para conteúdo em voz. 

Veja como é simples:

A organização W3C, principal entidade de padronização da world wide web (www), criou o WCAG (Web Content Accessibility Guidelines) um documento que estabelece as diretrizes de acessibilidade para a web. Ele explica como tornar seu conteúdo acessível para todos

Os quatro princípios básicos para uma página acessível são:

  1. Perceptibilidade: As informações e interface são apresentadas de uma forma que possa ser percebida;
  2. Operacionalidade: A Interface e a navegação devem ser operáveis para todos os usuários;
  3. Compreensibilidade: A informação deve ser apresentada de forma simples e compreensível;
  4. Robustez: O conteúdo deve ser robusto de uma forma que possa maximizar sua compatibilidade com diferentes tipos de pessoas e tecnologias assistivas.

Usabilidade

No Hubt usamos botões maiores que facilitam a visualização e os cliques para acessar as informações da sua página. Além disso, utilizamos uma estrutura que facilita a navegação da página por leitores digitais para deficientes visuais e pessoas que possuem déficit visual, como pessoas idosas.

Todo mundo sai ganhando! 

Além de contribuir para um mundo com mais equidade, você ainda agrega valor para a sua marca. Veja algumas vantagens de ser inclusivo:

  • Fidelização de clientes e usuários;
  • Aumento e diversificação de público;
  • Mais visibilidade em buscadores como o Google;
  • Maior compatibilidade com os diversos tipos de dispositivos.

Que tal começar a otimizar sua página e redes sociais para garantir melhor experiência aos usuário?